América-MG Atlético-MG Atlético-PR Bahia Botafogo Ceará Chapecoense Corinthians Cruzeiro Flamengo Fluminense Grêmio Internacional Palmeiras Paraná Santos São Paulo Sport Vasco Vitória

10.Out 14:50

Camisa 12

Advogado de CR7 culpa hacker por vazar acordo com americana

Ele ainda afirmou que sexo entre o português e Kathryn Mayorga foi consensual

FOTO: Getty Images

O advogado contratado por Cristiano Ronaldo para defendê-lo no caso de acusação de estupro, Peter S. Christiansen, culpou hackers pelo vazamento do acordo da americana Kathryn Mayorga, que acusa CR7, e o jogador.

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira, Christiansen afirma, contudo, que a relação sexual entre o seu cliente e Mayorga foi consensual.

- Esse acordo não representa de modo algum uma confissão de culpa. O que aconteceu foi simplesmente que Cristiano Ronaldo se limitou a seguir o conselho dos seus assessores no sentido de pôr termo às acusações ultrajantes feitas contra ele, a fim justamente de evitar então tentativas, como aquelas a que estamos a assistir agora, de destruição de uma reputação construída graças a um trabalho intenso, capacidade atlética e comportamento correto - afirma o advogado.

A defesa de Kathryne Mayorga informou que ela estava fragilizada no acordo com o jogador, em 2010, e que ela também chegou a pensar em suicídio após o ocorrido. A alegação é de que Mayorga apresentava problemas emocionais e que não tinha condições para uma decisão racional.

Cristiano Ronaldo se manifestou pelas redes sociais negando qualquer ato criminoso contra a Mayorga e afirmando que não iria alimentar espetáculo midiático. A Juventus, atual time do português, também foi às redes sociais defender CR7, destacando o profissionalismo do jogador ao longo da carreira.

No processo, Mayorga diz que Cristiano Ronaldo a forçou a fazer sexo com ele após ter pedido negado e ignorado pedidos e gritos de "Não, não, não". O documento contra CR7 diz ainda que o jogador pagou US$ 375 mil pelo silêncio da americana, que teria assinado um contrato para receber o valor. O processo seria para anular este documento.

Assine a nossa newsletter